O Bypass gástrico (gastroplastia com desvio intestinal em “Y de Roux”) é uma técnica de cirurgia bariátrica do tipo mista.

Esse procedimento combina dois mecanismos de ação para garantir o emagrecimento.

A cirurgia bariátrica do tipo bypass gástrico compõe uma técnica restritiva.

Isso significa que limita a quantidade de alimento sólido que você pode ingerir.

E, o bypass gástrico também é uma técnica disabsortiva, ou seja, que atrapalha a absorção de calorias e nutrientes.

São dois os componentes chaves para este tipo de cirurgia.

Primeiro, uma pequena bolsa de estômago é criada, com aproximadamente 30ml de volume, dividindo a parte superior do estômago do resto do orgão.

Em seguida, a primeira porção do intestino delgado é dividida e a extremidade inferior é trazida e conectada à pequena bolsa do estômago recém-criada.

O procedimento é finalizado conectando a porção superior do intestino delgado um pouco mais para baixo no intestino, reduzindo parte do trânsito intestinal.

Assim, os ácidos estomacais e as enzimas digestivas se misturam com os alimentos, possibilitando a digestão.

bypass gástrico cirurgia bariátricaO bypass gástrico funciona por vários mecanismos.

Primeiro, semelhante à maioria dos procedimentos bariátricos, a bolsa gástrica recém-criada é consideravelmente menor e reduz significativamente o tamanho das refeições, o que se traduz em número menor de calorias ingeridas.

Além disso, há um menor caminho por onde os alimentos passam no intestino delgado, o que faz com que a absorção de calorias e nutrientes passe a ser menor.

Mais importante ainda, a cirurgia bariátrica produz mudanças nos hormônios intestinais que promovem a saciedade, reprimem a fome e revertem um dos principais mecanismos pelos quais a obesidade induz a diabetes tipo 2.

A grelina, conhecida como “hormônio da fome” é produzida no estômago.

Quando ele está vazio, este hormônio manda um sinal para o cérebro que gera a sensação de fome.

Conforme você começa a comer, a produção dele vai diminuindo e você começa a sentir-se saciado.

Com essa técnica de cirurgia, principalmente nos primeiros meses a produção desse hormônio é diminuida, o que faz com que você sinta menos fome.

Apenas lembrando, fome é diferente de vontade de comer.

A vontade de comer não irá sumir se você não mudar sua forma de pensar e lidar com seus sentimentos e emoções.

Principais benefícios do bypass gástrico

  • Em média, você perderá 70% do seu excesso de peso nos primeiros 18 meses após a cirurgia.
  • Você se sentirá satisfeita(o) com porções menores (devido ao tamanho do seu novo estômago).
  • Você comerá menos açúcar, gorduras e carboidratos em geral (efeito da síndrome de dumping).
  • Você absorverá menos calorias dos alimentos.
  • Você irá ter uma melhora ou até mesmo eliminar sua diabetes tipo 2.
  • Você irá reduzir ou até mesmo eliminar sua medicação para pressão alta e/ou colesterol elevado.
  • O bypass gástrico muda a forma como o cérebro percebe a fome.