Gastroplastia Endoscópica – Saiba tudo sobre essa nova técnica

gastroplastia endoscópica

Gastroplastia Endoscópica é um nome técnico, difícil e complicado. Você sabe o que é?

Se você está acima do seu peso ideal, não tem tido muito sucesso com dietas, exercícios e remédios para eliminar seus quilos extras e está sonhando há tempos em largar o manequim plus size, existe uma novidade que pode interessar a você.

Você sabia que no Brasil, mais da metade da população está acima do peso (52%) e cerca de 17% apresentam obesidade nos graus I, II e III?

Essa é a realidade atual segundo o Ministério da Saúde, então saiba que você não está sozinha(o) nessa batalha.

Talvez você já tenha pensado e cogitado fazer a cirurgia bariátrica, mas tem adiado essa decisão. Afinal, essa é uma escolha difícil e complexa a se fazer e deve ser feita com muita responsabilidade.

Por conta disso, você acaba sempre deixando essa decisão para depois, não é mesmo?

Bem, aí eu te pergunto, você já imaginou reduzir o seu estômago, mas sem nenhum corte? Pois é, isso já é possível! Aliás, já é possível desde o final de 2016.

A gastroplastia endoscópica pode ser o método que você estava esperando para mudar de vez a numeração das suas roupas, se sentir bem diante do espelho e fazer as pazes com sua saúde, melhorando sua qualidade de vida.

Agora que você já sabe que existe a cirurgia bariátrica sem corte, que tal saber um pouquinho mais sobre os detalhes desse procedimento?

Saiba tudo sobre a Gastroplastia Endoscópica

Autorizada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), a gastroplastia endoscópica pode ajudar você a perder 20% do seu peso.

A gastroplastia endoscópica já foi realizada em mais de 3 mil pessoas no mundo.

Essa técnica já está sendo realizada em países como Alemanha, França, Inglaterra, Austrália, China e Índia. E na maioria dos casos, cerca de 80%, apresentaram sucesso.

No Brasil, a técnica já está sendo realizada em alguns estados do país. À frente dessa técnica no país, está o endoscopista bariátrica Manoel dos Passos Galvão Neto. Aos 51 anos, ele é considerado uma das maiores autoridades mundiais no assunto.

O médico desenvolveu essa técnica há 5 anos com uma equipe clínica composta por 7 médicos de várias partes do mundo: Estados Unidos, Espanha, Panamá e República Dominicana.

Ele e sua equipe já realizaram mais de 2.000 cirurgias em 12 países.

No Brasil, a gastroplastia endoscópica foi autorizada em novembro de 2016 e teve a primeira paciente submetida a essa técnica em janeiro de 2017.

Quem já realizou a Gastroplastia Endoscópica?

Millene Kogan Copat, de 28 anos, foi a primeira pessoa a fazer a gastroplastia endoscópica no Brasil.

Rotulada como gordinha, ela tinha o grau de obesidade I e já lutava há anos contra a balança.

Sem sucesso com dietas e medicamentos para sumir com os quilos extras que a incomodavam, ela resolveu experimentar a nova técnica, assim que descobriu que estavam em busca de voluntários para serem submetidos a gastroplastia endoscópica na Faculdade de Medicina do ABC (FMABC), onde o médico Manoel Galvão Neto é docente.

Millene Copat já está comemorando os resultados da gastroplastia endoscópica. Abandonou o manequim 46 e já está usando 40.

Agora, sua meta é entrar em roupas 38 pela primeira vez na vida.

O que é a Gastroplastia Endoscópica

Essa nova técnica é realizada através de uma endoscopia. Um aparelho chamado Apollo Overstich é conectado a um aparelho de endoscopia especial, conhecido como duplo canal.

Esse aparelho une as paredes do estômago através de uma sutura, costurando o orgão e reduzindo entre 60% e 70% do tamanho do seu estômago.

Essa redução vai ser sua grande aliada na hora de comer menos. E, assim, você vai ter maiores chances de emagrecer.

Com uma duração de 90 minutos (em média), o procedimento é realizado por um profissional chamado endoscopista e você precisará de uma anestesia geral.

O tempo de recuperação é menor em comparação a uma cirurgia bariátrica tradicional.

Você recebe alta no mesmo dia de fazer o procedimento e pode retomar suas atividades em apenas 1 semana, tempo relativamente inferior as técnicas convencionais, que pedem em média 15 a 30 dias de repouso.

Apesar de estar sendo divulgada pela mídia como uma nova técnica de cirurgia bariátrica, alguns médicos afirmam que o procedimento difere significativamente de uma cirurgia bariátrica tradicional e que é indicado em casos e pacientes específicos.

Uma comparação mais acurada seria entre o Balão Intragástrico e a Gastroplastia Endoscópica, visto a similaridade dos resultados e riscos entre os procedimentos.

Ou seja, esse é mais um método que pode ser tentado antes do uso de uma técnica mais agressiva de cirurgia bariátrica, é como um tratamento adicional a obesidade.

Vantagens da Gastroplastia Endoscópica

• Como o próprio nome diz, não tem cortes.

• Você não precisará ficar no hospital 4 dias depois do procedimento. Você fica somente 1 dia no hospital, ou seja, somente no dia em que você fez a gastroplastia endoscópica.

• Não será retirada nenhuma parte do seu estômago nem intestino.

• A recuperação é rápida. Você vai ficar apenas 1 semana de molho.

• Você vai perder 20% do seu peso atual em até 2 anos.

• A saciedade vai começar a fazer parte da sua rotina.

Desvantagens da Gastroplastia Endoscópica

Como tudo na vida não é perfeito, a gastroplastia endoscópica também tem desvantagens, que são:

• Só pode ser feita por pessoas com grau de obesidade leve, ou seja, com obesidade grau I e II.

E você sabe por quê? Porque você reduz em torno de 20% do seu peso atual e isso não resolve definitivamente o problema de um obeso mórbido.

Se você está pensando 90 quilos e perde 20% do seu peso, conquistará os ponteiros da balança apontando para 72 quilos.

Agora, se você pesasse 160 quilos e reduzisse 20% do seu peso com a cirurgia bariátrica sem corte, quando você subisse na balança, ela marcaria 128 quilos.

Ou seja, você ainda estaria com um bom excesso de peso. Por isso que, em casos de obesidade severa, é preciso fazer a cirurgia bariátrica.

• Outra desvantagem da gastroplastia endoscópica é que ela ainda não é feita pelo SUS nem tem as despesas cobertas por planos de saúde.

Ou seja, se você fizer a opção por essa técnica, vai precisar desembolsar o valor integral da cirurgia bariátrica sem cortes.

Quanto custa a Gastroplastia Endoscópica?

O valor médio desse procedimento varia entre R$ 17 mil e R$ 40 mil.

Por ser um procedimento relativamente novo no Brasil ele ainda não é realizado pelo SUS ou convênios médicos, apenas particular.

Onde fazer a Gastroplastia Endoscópica

Segundo nota de esclarecimento do CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA (CFM), a técnica ainda não está regulamentada e oficializada no Brasil e está sendo realizada somente em caráter experimental.

“Enquanto não for aprovado pelo CFM, qualquer procedimento clínico ou cirúrgico só pode ser realizado no Brasil em caráter experimental, ou seja, observando os parâmetros definidos para protocolos de pesquisa registrados no sistema CEP/Conep. Entre outros pontos, as regras preveem que a técnica em estudo seja oferecida gratuitamente aos interessados, garantindo-lhes todo suporte médico e clínico em caso de necessidade.”

A gastroplastia endoscópica está sendo realizada nessas condições em várias capitais do país, como São Paulo, Curitiba e Fortaleza.

Em algumas cidades do interior do estado de São Paulo, a técnica também está disponível, como em Valinhos.